Elias Aizhen Hahnl (CUPIM)

Trabalha com concreto celular há 15 anos, desenvolveu projetos na área de arte terapia utilizando de materiais como argila e principalmente concreto celular, por ser de fácil manuseio e de resultado surpreendente, com várias exposições pelo interior paulista, participou de mostras coletivas e individuais tendo obras na Argentina e no Japão (totem/madeira e escultura/pedra)

O curso consiste na elaboração de peças artísticas ou decorativas/utilitárias, o interessante é fazer com que cada aluno chegue a resultados que nem mesmo acreditaria que pudesse alcançar.